just care less

"Você se cansa de amores incompletos, de amores platônicos, de falta de amor, de excesso disso e daquilo. Se cansa do “apesar de”. Se cansa do rabo entre as pernas, da sensação de estar sendo prejudicado, se cansa do “a vida é assim mesmo”. Você se cansa de esperar, de rezar, de aguardar, de ter esperanças, cansa do frio na barriga, cansa da falta de sono.Você se cansa da hipocrisia, da falsidade, da ameaça constante, se cansa da estupidez, da apatia, da angústia, da insatisfação, da injustiça, do frenezi, da busca impossível e infinita de algo que não sabe o que é. Se cansa da sensação de não poder parar."
— 1 year ago
"Eu também tive meu coração machucado. Me dei mal, meu bem, ninguém escapa. Mas o bom disso tudo é que agora consigo abrir meu coração sem rodeios. Mas tudo está bem agora. Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e bem. Descobri tantas coisas. Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Que viver um amor. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. Descobri. Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama."
Caio Fernando Abreu.  (via fingidor)

(Source: auroriar, via fingidor)

— 1 year ago with 28279 notes
"E até menti, me fiz de desapegado. Falei pra todo mundo que você era só passado. Por dentro o choro, mas por fora o sorriso estampado."
Lucas Lucco    (via fingidor)

(Source: apagou-se, via fingidor)

— 1 year ago with 119 notes
"Certo dia me disseram: “Eu acho que você tá nadando contra a correnteza.” Mas o que seria nadar contra a correnteza, afinal?
Exemplificando em sentimentos, pode-se dizer que é voltar ao que já foi. Querer retomar o que já se findou.
Por que tamanha dificuldade em desapego? Tanta dificuldade em seguir em frente? Traçar outros caminhos, conhecer outras pessoas, apaixonar-se novamente?
Deveria ser fácil - e de fato é - mas a nossa necessidade em querer complicar as coisas dificulta tudo.
Seria tão mais fácil simplesmente aceitar que acabou e guardar todas as lembranças boas em uma caixinha, jogar as ruins fora, costurar os pedacinhos do coração e seguir em frente. Por que então não o fazemos?
Quando algo dá errado uma vez, tudo bem tentar de novo. Mas se a segunda tentativa for falha, não se deve insistir mais. É perder tempo demais onde existe chance de menos. É querer criar um grande edifício em cima das ruínas de outro. É querer curar a dor causando mais dor. É querer curar uma ferida abrindo-a mais ainda.
É mais fácil entender que pessoas vêm e vão. Na mesma velocidade com que entram em sua vida, elas podem sair. Da mesma forma que te fazem sorrir hoje, amanhã podem te fazer chorar por toda a noite. E você não as deve culpar por isso. Pessoas erram. Você erra.
Entenda que enquanto sua ideia estiver fixa em uma única pessoa, jamais dará certo com qualquer outra. Tente tirar da mente. Apenas tente. Mas tente de verdade.
Falar que não se importa mais é fácil, mas parar de querer saber da vida da pessoa é outra história. Não fale com ela por um tempo. Acostume-se com a ausência. Tente conhecer outras pessoas e talvez você descubra que o tempo em que estava tentando recuperar algo já perdido você poderia ter gasto sorrindo mais. Sorrindo para outros sorrisos.
Não nade contra a correnteza. Pode parecer “revolucionário” na teoria, mas na prática é doloroso. Cruel. Masoquista. E imbecil.
Aceite o fim. Saiba lidar.
Enquanto você não entender que acabou, não haverá chance de recomeçar.
E passar por tudo de novo. E de novo. E de novo…
Afinal a vida é isso: um grande ciclo. Não o interrompa.
Deixe a correnteza fluir. Deixe a maré te levar na direção correta.
Se não foi, não era pra ser. Tão simples, mas ao mesmo tempo tão complexo."
(via 2rewind)
— 1 year ago with 3 notes
"Quem chega no fundo do poço precisa lembrar que o fundo é o melhor lugar do poço para se tomar impulso."
— 1 year ago
"É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou. Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou, perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido, desistir de todos os esforços porque um deles fracassou. É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu, descrer de todo amor porque um deles te foi infiel. É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo. Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim, um recomeço."
— 1 year ago